Raul Casimiro

Raul Casimiro (n. Peso da Régua, 23 de Abril de 1885; m. 1963) foi maestro de coros, professor de canto coral, compositor de música para coro e um impulsionador do orfeonismo nas primeiras décadas do século XX. Segundo os dados biográficos que constam no seu espólio na Biblioteca Pública Municipal do Porto iniciou a atividade laboral nos Caminhos de Ferro Portugueses, pela mão do seu pai. Possuía o Curso Superior dos Institutos e frequentou em Coimbra um curso, não especificado. Foi casado com Maria José da Silva Ribeiro.

Desenvolveu intensa atividade como maestro de coros tendo regido os seguintes orfeões: Orfeão Académico dos Institutos Comerciais (s.d.); Orfeão da Associação Cristã da Mocidade (s.d.); Orfeão da Associação de Estudantes da Junta Directora de Estudantes do Porto (1914); Orfeão da Fábrica de Cerâmica Carvalhinho (s.d.); Orfeão da Foz do Douro (1927-29); Orfeão de Barcelos (1925-8 e 1932); Orfeão do Colégio de João de Deus (1931); Orfeão do Coral do Porto (s.d.); Orfeão do Porto (1910-1941); Orfeão dos Adventistas Portuenses (s.d.); Orfeão dos Bombeiros Voluntários Portuenses (s.d.); Orfeão dos CTT do Porto (s.d.); Orfeão Municipal do Conservatório de Música do Porto(1925) (E.R.C. -315).

A partir de 1923 lecionou no Curso Popular Noturno do Conservatório de Música do Porto acumulando entre 1929 3 1932 a lecionação da Classe de Canto Coral.

Em 1926, participou com a direção do Orfeão do Porto na organização da Homenagem aos Orfeões do Norte, evento que contou com a participação de doze orfeões: Orfeão ‘Castro Araújo’ de Lordelo de Paredes, Orfeão da Póvoa de Varzim, Orfeão de Barcelos, Orfeão de Braga, Orfeão de Condeixa, Orfeão de Fafe, Orfeão de Famalicão, Orfeão da Foz, Orfeão Lusitano, Orfeão de Matosinhos, Orfeão de Penafiel, Orfeão Vila do Conde Orfeão de Vila da Feira (O Primeiro de Janeiro de 7-12-1926)

Compôs obras corais que foram interpretadas pelos coros que dirigiu. “Longe de ti”, foi interpretada pelo Orfeão do Porto pela primeira vez em 1914. Realizou transcrições de música de matriz rural, provavelmente para servirem de base às suas composições (E.R. 247 e E.R. 273).

Referências

Espólio de Raul Casimiro, Biblioteca Pública Municipal do Porto (E.R. 398, Vida Artística de Raul Casimiro 1924-1929).

Programas, Convites, Cartazes

Clique nas imagens para visualizar os documentos e nos seus títulos para visualizar os detalhes dos respetivos registos.

Correspondência

Clique nas imagens para visualizar a correspondência e nos seus títulos para visualizar os detalhes dos respetivos registos.

Periódicos

Clique nas imagens para visualizar os periódicos e nos seus títulos para visualizar os detalhes dos respetivos registos.

Imagens

Clique nas imagens para as visualizar no seu tamanho original e na suas legendas para visualizar os detalhes dos respetivos registos.

Apoios